Santa Teresa, 14/01/2023

No âmbito do projeto VAMOS PASSARINHAR 2023, no dia 14 de janeiro de 2023, o COA-ES promoveu a primeira atividade de observação de aves do ano, já sob a nova administração conduzida pelos componentes da Chapa Strigiformes – Olhos e Ouvidos Atentos. Foi um dia memorável, com a observação de muitas aves, conforme se pode observar na lista que segue abaixo. A atividade se deu no município de Santa Teresa, terra do importante cientista Augusto Ruschi.

Começamos nosso roteiro na Pousada Vita Verde, a qual, nas figuras dos proprietários Ruben e Desiree, gentilmente franqueou suas portas para os integrantes do COA. Foi uma experiência deslumbrante, com a observação de grande variedade de espécies, principalmente de beija-flores.

Depois seguimos para a Reserva Biológica Augusto Ruschi, que, para nós, do COA, foi de intenso simbolismo, pois pudemos, pela primeira vez, adentrar em uma trilha da REBIO. Certamente, abriu-se aqui possibilidade de parceria proveitosa entre o COA-ES e a Reserva, já que será possível realizar atividades de conscientização ambiental tendo como mote a observação de aves.

Equipe do COA-ES em atividade na Pousada Vita Verde

Depois de fazermos a trilha, percorremos o entorno da Reserva, que também é um lugar com matas importantes, com grande variedade de espécies endêmicas da Mata Atlântica.

Após o almoço estivemos em espaço chamado de Valsugana Velha onde, apesar de atuarmos em pequeno trecho de “capoeirão” – aparente, pois há matas nas proximidades, pudemos registrar ou ouvir aproximadamente 10 espécies.

Beija-flor-ametista - Foto de Lucineia Herzog
Beija-flor-ametista - Foto de Lucineia Herzog

Em comum acordo, alteramos a programação voltando à Pousada Vita Verde para observar os beija-flores em final de dia, cujos resultados foram, mais uma vez, compensadores.
A lista, organizada por Fabrício com o apoio dos colegas, contou com 97 aves!

Enfim, a primeira atividade de observação do ano foi um dia muito agradável, de muita aprendizagem e de convivência fraterna e animada entre os integrantes do Clube. Que possamos dar prosseguimento à nossa agenda com entusiasmo e com a adesão cada vez maior dos associados.

Texto de Luiz Henrique da Silva Menezes

Lista de aves observadas

Organizada por Fabrício Reis Costa

1. Jacuguaçu – Penelope obscura
2. pomba-asa-branca – Patagioenas picazuro
3. rolinha-roxa – Columbina talpacoti
4. juriti-pupu – Leptotila verreauxi
5. beija-flor-preto – Florisuga fusca
6. rabo-branco-acanelado – Phaethornis pretrei
7. beija-flor-de-orelha-violeta – Colibri serrirostris
8. estrelinha-ametista – Calliphlox amethystina
9. besourinho-de-bico-vermelho – Chlorostilbon lucidus
10. beija-flor-de-fronte-violeta – Thalurania glaucopis
11. beija-flor-tesoura – Eupetomena macroura
12. beija-flor-cinza – Eupetomena cirrochloris
13. beija-flor-de-banda-branca/beija-flor-de-cabeça-azul – Chrysuronia versicolor
14. beija-flor-de-papo-branco – Leucochloris albicollis
15. beija-flor-de-peito-azul – Chionomesa lactea
16. Topetinho vermelho – Lophornis magnificus
17. saracura-do-mato – Aramides saracura
18. tiriba-de-testa-vermelha – Pyrrhura frontalis
19. choca-de-chapéu-vermelho – Thamnophilus ruficapillus
20. choca-da-mata – Thamnophilus caerulescens
21. joão-de-barro – Furnarius rufus
22. teque-teque – Todirostrum poliocephalum
23. guaracava-de-barriga-amarela – Elaenia flavogaster
24. lavadeira-mascarada – Fluvicola nengeta
25. bem-te-vi – Pitangus sulphuratus
26. suiriri – Tyrannus melancholicus
27. pitiguari – Cyclarhis gujanensis
28. corruíra – Troglodytes aedon
29. sabiá-do-campo – Mimus saturninus
30. sabiá-barranco – Turdus leucomelas
31. sabiá-laranjeira – Turdus rufiventris
32. sabiá-poca – Turdus amaurochalinus
33. gaturamo-verdadeiro – Euphonia violacea
34. ferro-velho – Euphonia pectoralis
35. tico-tico – Zonotrichia capensis
36. corrupião – Icterus jamacaii
37. pássaro-preto – Gnorimopsar chopi
38. sanhaço-cinzento – Thraupis sayaca
39. sanhaço-de-encontro-amarelo – Thraupis ornata
40. sanhaço-do-coqueiro – Thraupis palmarum
41. saíra-amarela – Stilpnia cayana
42. saí-azul – Dacnis cayana
43. saí-verde – Chlorophanes spiza
44. canário-da-terra – Sicalis flaveola
45. coleirinho – Sporophila caerulescens
46. tempera-viola – Saltator maximus
47. Alegrinho – Serpophaga subcristata
48. João teneném – Synallaxis spixi
49. Arapaçu de garganta branca – Xiphocolaptes albicollis
50. Anu preto – Crotophaga ani
51. Araçari de bico branco – Pteroglossus aracari
52. Tachuri campainha – Hemitriccus nidipendulus
53. Bico de veludo – Schistochlamys ruficapillus
54. Rendeira – Manacus manacus
55. Vite vite – Hylophilus thoracicus
56. Garibaldi – Chrysomus ruficapillus

57. juriti-pupu – Leptotila verreauxi
58. alma-de-gato – Piaya cayana
59. balança-rabo-de-bico-torto – Glaucis hirsutus
60. rabo-branco-de-garganta-rajada – Phaethornis eurynome
61. tucano-de-bico-preto – Ramphastos vitellinus
62. enferrujado – Lathrotriccus euleri
63. tiziu – Volatinia jacarina

64. gavião-tesoura – Elanoides forficatus
65. araponga – Procnias nudicollis
     –  marreca-ananaí – Amazonetta brasiliensis
66. urubu-preto – Coragyps atratus
67. urubu-de-cabeça-amarela – Cathartes burrovianus
68. carcará – Caracara plancus
69. choquinha-de-peito-pintado – Dysithamnus stictothorax
70. dituí – Drymophila ferruginea
71. zidedê – Terenura maculata
72. limpa-folha-de-testa-baia – Dendroma rufa
73. tangará – Chiroxiphia caudata
74. gritador – Sirystes sibilator
75. andorinha-pequena-de-casa – Pygochelidon cyanoleuca
      – ferro-velho – Euphonia pectoralis

76. inhambuguaçu – Crypturellus obsoletus
      – beija-flor-tesoura – Eupetomena macroura
      – saracura-do-mato – Aramides saracura
77. surucuá-variado – Trogon surrucura
78. pica-pau-de-banda-branca – Dryocopus lineatus
      – tiriba-de-testa-vermelha – Pyrrhura frontalis
79. zidedê – Terenura maculata
80. barranqueiro-de-olho-branco – Automolus leucophthalmus
     – tangará – Chiroxiphia caudata
81. tangarazinho – Ilicura militaris
     – teque-teque – Todirostrum poliocephalum
     – enferrujado – Lathrotriccus euleri
     – bem-te-vi – Pitangus sulphuratus
82. peitica – Empidonomus varius
     – sabiá-barranco – Turdus leucomelas
83. mariquita – Setophaga pitiayumi
84. tiê-preto – Tachyphonus coronatus
     – coleirinho – Sporophila caerulescens
85. trinca-ferro – Saltator similis
86. Filipe – Myiophobus fasciatus
87. Surucuá de barriga amarela
88. Macuco – Tinamus solitarius

89. pomba-galega – Patagioenas cayennensis
     – beija-flor-preto – Florisuga fusca
     – urubu-preto – Coragyps atratus
90. barbudo-rajado – Malacoptila striata striata
91. choca-da-mata – Thamnophilus caerulescens
92. pichororé – Synallaxis ruficapilla
93. bico-chato-de-orelha-preta – Tolmomyias sulphurescens
94. marianinha-amarela – Capsiempis flaveola
     – guaracava-de-barriga-amarela – Elaenia flavogaster
95. neinei – Megarynchus pitangua
     – pitiguari – Cyclarhis gujanensis
96. pássaro-preto – Gnorimopsar chopi
     – coleirinho – Sporophila caerulescens
     – tiê preto – Tachyphonus coronatus
97. tororó – Poecilotriccus plumbeiceps

4 respostas

    1. Olá Ari
      Obrigado pelo contato com o COA-ES.
      Manteremos contato por seu e-mail

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *